Seminário ESOCIAL X EFD REINF acontece no SPRLEM
Publicado em: 27/08/2018

Aconteceu no Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães, na última quinta-feira, 23, o Seminário ESOCIAL X EFD REINF realizado pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia – FAEB em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães – SPRLEM e Conselho Regional de Contabilidade da Bahia – CRC-BA.

Recepcionando os participantes do evento, a presidente do SPRLEM, Carminha Missio destacou que o propósito do seminário é trazer para os profissionais da área, informações mais atualizadas sobre eSocial e EFD Reinf para que todos possam ter mais segurança e otimizar o trabalho. A presidente agradeceu a presença de cada um e finalizou enfatizando a importância de cada profissional buscar mais conhecimento acerca do eSocial e da escrituração digital fiscal.

Durante a manhã, mais de 180 profissionais que estiveram reunidos no auditório do SPRLEM puderam acompanhar através dos palestrantes, o Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil e membro da Equipe Nacional eSocial, Adriano Mário Rodrigues, o coordenador da Representação do FGTS (Caixa Econômica Federal), Gustavo Henrique de Almeida Cajueiro e a Auditora Fiscal do Ministério do Trabalho, Alessandra Luz de Souza Nunes Andrade todos os esclarecimentos sobre a nova forma da prestação de informações trabalhistas, previdenciárias e tributárias, que será realizada por meio dos programas do eSocial, que é o instrumento de unificação da prestação das informações referentes à escrituração das obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas e da EFD-Reinf, que consiste na escrituração fiscal digital das retenções e informações da contribuição previdenciária substituída.

ESOCIAL

De forma padronizada e simplificada, o novo eSocial empresarial vai reduzir custos e tempo da área contábil das empresas na hora de executar 15 obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas. Todas as informações coletadas pelas empresas vão compor um banco de dados único, administrado pelo governo Federal, que abrangerá mais de 40 milhões de trabalhadores e contará com a participação de mais de 8 milhões de empresas, além de 80 mil escritórios de contabilidade.


FONTES: Ascom SPRLEM / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo