Agro Plus visita fazendas do Oeste da Bahia com estudantes da UFV e Ufob
Publicado em: 10/02/2022

A equipe do Programa Agro Plus Bahia, desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) e executado pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), recebeu no dia 17 de janeiro, estudantes da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e da Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob), para cumprir uma extensa agenda de visitas técnicas às fazendas da região e conhecer as ações e projetos da entidade agrícola oestina.

Executado no Brasil há dez anos e na Bahia há sete pela Aiba, o Programa Agro Plus, antigo Soja Plus, atua em âmbito nacional atendendo as demandas de mercado por produtos sustentáveis, em novas cadeias produtivas. Durante a programação, os acadêmicos acompanharam o trabalho desenvolvido na Fazenda Modelo Paulo Mizote, as ações de expansão agrícola promovidas por empresários e a universidade no município de Barra, o gerenciamento de embalagens vazias de agrotóxicos realizado pela Aciagri, a gestão de resíduos perigosos, sob a responsabilidade da Retec, além das ações de transferência de tecnologia, recuperação de nascentes e monitoramento dos recursos hídricos na região Oeste da Bahia.

Na última semana, as equipes percorreram mais de 3.500 km e visitaram sete propriedades rurais. “Tivemos a oportunidade de orientar gratuitamente os empreendimentos rurais na melhoria contínua da gestão das fazendas a partir de visitas técnicas para a análise e monitoramento de 210 indicadores sociais, ambientais e econômicos. Durante as visitas foram distribuídos materiais orientativos do programa, a exemplo de placas de sinalização, manual de construções rurais, vídeos técnicos e fichários de controle de documentação. Tudo sem custo para os associados”, destacou o coordenador do Agro Plus, Aloísio Júnior.

A meta do programa é atender 60 propriedades e contabilizar aproximadamente 350 fazendas participantes no estado, até o final deste ano. “Além das visitas, o Agro Plus pretende realizar uma série de cursos de capacitação sobre saúde, segurança no trabalho, adequação de construções rurais e classificação de grãos”, complementa o coordenador.

O professor da Universidade Federal de Viçosa, Aziz Galvão, destaca a importância da parceria entre UFV e Aiba. “Essa é uma forte e longa parceria e a UFV tem participado do Soja Plus, hoje Agro Plus, desde a criação do programa, atuando na aplicação em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Bahia, além da implementação no Oeste Baiano em parceria com a Aiba. A possibilidade de futuros profissionais conhecerem a realidade da mais importante fronteira agrícola do agronegócio brasileiro, é muito valiosa. Os acadêmicos voltam ainda mais motivados por conhecerem uma região de destaque, por interagirem com profissionais e contribuírem para aumentar a sustentabilidade do agronegócio brasileiro”, afirmou Aziz.

Segundo a acadêmica da UFV, Ingrid Nataly, a experiência foi bastante enriquecedora. “Conhecemos um pouco dos projetos desenvolvidos pela Aiba, as histórias de como tudo começou e de como está hoje, as tecnologias aplicadas e vimos que o Oeste Baiano tem uma realidade do agronegócio bem desenvolvido e bem aquecido”.

Da mesma opinião partilha os acadêmicos da Ufob. “Conhecemos um pouco sobre o que está sendo aplicado na agricultura da região, interagimos com outros acadêmicos e essa visita acrescenta o que muitas vezes na sala de aula não temos a oportunidade de aprender. Isso com certeza contribui para nos tornarmos profissionais melhores para atuar no campo”, destacou a acadêmica Luana Mendes. O acadêmico Alan Kleber agradeceu a oportunidade da visita e parceria com a Ufob. “Essa é uma parceria recente com a Ufob e só tem a somar para nossa formação. Conhecemos sobre o Soja Plus, que obteve tanto sucesso anteriormente que passou a se chamar Agro Plus, expandindo para todas as culturas e não só na soja. Agradeço a oportunidade de ver aqui na prática como o programa funciona além de outras experiências e espero que nossos colegas tenham também essa experiência”, complementou Alan.

“Além do agricultor, a população e o meio ambiente da região Oeste da Bahia foram os grandes beneficiados pelos 10 anos de atuação do Soja Plus. Agora, na nova fase, mais abrangente, sob o nome Agro Plus, esse programa vai ampliar seu leque de benefícios. É uma conquista muito relevante para todos”, concluiu o presidente da Aiba, Odacil Ranzi.


FONTES: Ascom Aiba / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo