Produtores rurais baianos promovem doações de equipamentos de saúde para enfrentamento do Coronavírus
Publicado em: 24/04/2020

Os produtores rurais, por meio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), continuam apoiando a sociedade na luta de enfrentamento ao novo Coronavírus. Nesta quarta-feira (22), a entidade realizou a doação de eletrocardiograma e monitores de aparelhos respiradores a serem utilizados nos atendimentos do maior hospital de urgência e emergência do Oeste da Bahia, o Hospital do Oeste (HO). A unidade, administrada pelas Obras Sociais Irmã Dulce, será a responsável por abrigar os pacientes com sintomas graves da Covid-19 em 37 municípios de abrangência no Oeste da Bahia.

Ao representar o HO, o líder geral, Ivanildo Oliveira, agradeceu os produtores rurais pela doação que será revertida em serviços prestados para a toda a população. “Reforço a importância dessa grande parceria que a Abapa tem com a região Oeste. Este é o momento de estarmos empenhados juntos nessa corrente. Agradeço também a equipe do hospital e dos seus profissionais de saúde pelo envolvimento para prestar o melhor serviço para a sociedade”, afirma. O diretor-executivo da Abapa, Lidervan Morais, entregou os equipamentos para a diretoria do HO, que também esteve representada pelos líderes financeiro-administrativo, Lilian Rocha; técnico, Lucien Zanon; e de enfermagem, Marina Barbizan. No início do mês, a Abapa também doou no início do mês ao Hospital do Oeste materiais básicos de saúde como máscaras, luvas, álcool gel, dentre outros.

O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, reforça que a diretoria da entidade já reverteu mais de R$ 1 milhão para contribuir com as prefeituras e unidades de saúde da Bahia como forma de apoiar para o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus. “Foram doadas 6 mil toalhas 100% algodão para serem destinadas para os hospitais de toda a Bahia, e materiais básicos de saúde e de proteção aos profissionais de saúde dos municípios do Oeste do Estado. Parte deste recurso também será direcionado para equipar o laboratório para testes da Covid-19 pela Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) e para a compra de tecido de algodão para incentivar a confecção e uso de máscaras de algodão pela população”, explica.


FONTES: Assessoria de Imprensa da Abapa / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo