PRESERVAÇÃO - COMPROMISSO COM O MEIO AMBIENTE

As áreas de reserva legal correspondem a 25% da área do Agronegócio Estrondo, acima dos 20% exigidos em Lei.
As áreas de preservação permanente das encostas de serra, nascentes e veredas são devidamente preservadas, juntamente com áreas de mata ciliar dos rios e riachos.
Para evitar a erosão do solo às estradas são conservadas.
Nas áreas de produção são adotadas práticas de conservação do solo com a construção de curvas de nível, utilização do plantio direto e rotação de culturas. Todos os resíduos sólidos são destinados à reciclagem e ocorre a devolução a origem de embalagens de produtos químicos.
Para o controle de queimadas que ocorrem naturalmente na vegetação do cerrado foram abertos aceiros.


RESERVA LEGAL - RIO PRETO
Área de reserva legal localizada no vale do rio Preto, demostrando uma típica vegetação de cerrado caracterizada por arvores de pequeno porte, arbustos e gramíneas.




VALES - RIO PRETO E RIACHÃO
Vale do rio Preto ao Norte do Agronegócio Estrondo, observando o paredão da encosta devidamente preservado, assim como a fauna local com um carcará voando.
Córrego Cacimbinha com suas nascentes e matas ciliares preservadas. Divisa das áreas de produção com as áreas ambientais.
Vale do rio Riachão ao sul do Agronegócio Estrondo devidamente preservado.


VALE DO RIO PRETO





VALE DO RIO RIACHÃO




DISTRIBUIÇÃO DA ÁREA
Da área total do Agronegócio Estrondo 50% de sua área são ocupados com agricultura, sendo 33% com lavouras já implantadas e 17% em preparo.
Respeitando a legislação ambiental e inclusive a superando são preservados 32% em áreas de reserva legal e áreas de preservação ambiental de veredas e encostas de serra.
Além do exigido em legislação ambiental são preservados mais 18% da área em áreas remanescentes (topo da chapada) e vales dos rios Preto e Riachão.





RESERVA LEGAL CONTINUADA
As áreas ambientais dos vales dos rios Preto ao Norte e Riachão ao Sul são integradas formando um corredor ecológico que propicia o livre acesso de animais e sementes de plantas mantendo a diversidade genética.


Integração das áreas ambientais dos rios Preto e Riachão




RESERVA LEGAL DESCONTINUADA
Ao sul do Agronegócio Estrondo um comparativo com áreas de reserva legal descontinuadas, não permitindo a formação de um corredor ecológico.


Área ao Sul do Condomínio com Reserva Legal fragmentadas




MANEJO ADEQUADO DO SOLO

Curva de Nível

São construídas curvas de nível que consistente em “lombadas” ao longo do terreno, o objetivo destas é a diminuição das rampas de declividade que fazem com que a enxurrada diminua sua velocidade não ocasionando a erosão do solo. A construção das curvas proporcionada um aumento da infiltração de água no solo fundamental a recarga do Aquífero Urucuia.


Curva de Nível - Fazenda Vanguarda


O solo do cerrado é naturalmente ácido e pobre em nutrientes, assim é realizado um trabalho de formação do perfil nutricional do solo através da aplicação de fertilizantes e corretivos.



Área preparada para o Plantio


A cultura da soja plantada na atual safra demonstra a sanidade das plantas resultando em um bom índice de produtividade por área.



Safra de Soja


Na área do Agronegócio Estrondo as lavouras são manejadas através do plantio direto na palha, que consiste na manutenção dos restos culturais no período entre safra para a proteção do solo contra o sol e chuva.
Esta medida é utilizada em conjunto com a rotação de culturas, onde são alternadas as culturas da soja, milho, algodão e coberturas de milheto e sorgo.



Plantio Direto





<< voltar


Ir para o topo