Formosa do Rio Preto registra elevado índice de vacinados contra Covid-19

Município já vacinou todos os seus pacientes renais crônicos, profissionais de saúde, população quilombola e idosos a partir dos 60 anos


Publicado em: 13/04/2021

Com calendário de vacinação adiantado, Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, avança na imunização contra a Covid-19. O município já recebeu 12 lotes do imunizante, alcançando quase 15% da sua população. De acordo com o plano de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, o órgão está vacinando pessoas com faixa etária a partir dos 60 anos de idade.

Na última sexta-feira (9), o prefeito Neo Araújo, de 61 anos, foi um dos vacinados. Ele chegou cedo ao posto de saúde para tomar a primeira dose. “Eu aguardava ansioso a minha vez e agora que ela chegou eu quero tornar público que sou a favor da vacina, da vida, da ciência e do SUS. Enquanto gestor, é o meu papel dizer para as pessoas não terem medo. A vacina é o que vai nos salvar dessa terrível doença que tem ceifado vidas no mundo inteiro”, disse ele, comemorando o bom desempenho do município, que segue com índice de vacinados acima da média.

Além dele, cinco policiais militares, com idade dentro da faixa contemplada, também tomaram a primeira dose. Para esses profissionais que atuam na linha de frente em serviço essencial e de grande exposição, a vacina representa uma dose de esperança.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde dão conta de que, até o momento, aproximadamente 3 mil pessoas já foram vacinadas, o que é um bom alcance para um município com pouco mais de 25 mil habitantes. Dentre o público contemplado estão profissionais de saúde que atuam na linha de frente no enfrentamento à pandemia, pacientes renais crônicos, idosos a partir dos 60 anos de idade e a população quilombola.

O titular da Pasta, Hildjane Souza, ressaltou que o município não tem poupado esforços para cumprir um plano abrangente. Segundo ele, além das vacinações nos postos, equipes da secretaria têm se deslocado para alcançar moradores de comunidades tradicionais.


FONTES: Dircom Formosa do Rio Preto / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo