Entidades do agronegócio da Bahia lançam cartilha com recomendações para prevenção da Covid-19 nas propriedades rurais
Publicado em: 22/04/2020

Preocupadas com o avanço do novo Coronavírus no Brasil, as entidades do agronegócio baiano lançaram uma cartilha especial com cuidados e recomendações para prevenção nas propriedades rurais. As associações de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e Baiana de Produtores de Algodão (Abapa) elaboraram a publicação, que será distribuída pelos meios digitais, para ser acessada por produtores e colaboradores de campo e de escritórios das fazendas. Na cartilha, são elencadas as boas práticas e direcionamentos necessários para prevenir o contágio da Covid-19, principalmente em ambientes como refeitórios, cozinha, oficinas, barracão de máquinas, salas de reuniões.

“Os cuidados pessoais em ambientes rurais são os mesmos que nas cidades: evitar aglomeração, usar máscara e álcool gel, porém estamos atentos também à higienização das máquinas durante a troca de turno de funcionários. Neste momento, acredito que o campo seja o local mais seguro, uma vez que os trabalhadores já estão lá há algum tempo e não tiveram contato externo. Além disso, nos adaptamos no que diz respeito aos refeitórios e alojamentos, garantindo o distanciamento seguro entre os profissionais, e restringimos a entrada de terceiros nas propriedades”, informou o presidente da Aiba, Celestino Zanella.

O presidente da Abapa, Júlio Cézar Busato, explica que este material pode ser utilizado como referência para apoiar os agricultores na padronização dos cuidados e recomendações nas fazendas junto aos seus colaboradores. “Muitas das sugestões e recomendações inseridas nesta cartilha foram coletadas de experiências já implementadas em campo em propriedades do Oeste da Bahia. Como o setor agrícola não parou por causa do Coronavírus, a maioria das propriedades precisou se adequar rapidamente acerca das orientações das autoridades de saúde. Este guia pode ser considerado um norte do que já vem sendo realizado, com sucesso, nas propriedades, na tentativa de eliminar o contágio do coronavírus nas fazendas”, afirma.

Direcionada aos produtores rurais, área de recursos humanos e colaboradores das fazendas, a publicação poderá ser acessada digitalmente nas áreas de publicações da Abapa (www.abapa.com.br) e da Aiba (aiba.org.br).


FONTES: Assessoria de Imprensa da Abapa / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo