Aiba e Abapa reúnem agricultores de Novo Horizonte para tratar das demandas da Comunidade
Publicado em: 24/08/2018

Com recorde de público, a reunião da Aiba e Abapa na comunidade de Novo Horizonte, na Estrada do Café, registrou a participação maciça dos agricultores da região. Mais de 50 produtores rurais se encontraram na noite de quarta-feira (23) para conhecer as ações das associações e apresentarem a elas suas demandas.

“Uma comunidade presente é uma comunidade forte. Agradeço a todos vocês que dispuseram um pouco de tempo para estar aqui, pois só assim podemos fazer nossa voz chegar, através da Aiba, às autoridades”, disse o presidente da associação local, Roberto Müller, se referindo às demandas por energia, estrada e comunicação.

Segundo o presidente da Aiba, Celestino Zanella, a entidade de classe tem sido o porta-voz dos produtores rurais junto ao Estado, cobrando melhorias. Ele citou reuniões frequentes com o governador, vice-governador e secretários de Estado, e elencou as parcerias bem-sucedidas que têm gerado alguns resultados. “Graças ao Prodeagro conseguimos recuperar alguns trechos de estradas da região e também construir a ponte sobre o rio Sapão. Tudo isso é fruto da parceria entre o produtor e o poder público. Ainda falta muito, eu sei, mas aos poucos temos conseguido minimizar os problemas. Nossa grande luta agora é por energia, pois sem ela não teremos indústria, pivôs, nem secadoras. Precisamos, então, pressionar a concessionária para nos atender, disse, ressaltando que se não fosse a PCH do Tocantins o oeste da Bahia já teria entrado em colapso.

Zanella destaca que a região tem um imenso potencial eólico, mas não conseguiu instalar os parques. “Não temos energia eólica, as placas solares ainda são muito caras, então, só nos resta lutar junto à Coelba, à Seplan e à Aneel para manter a usina da Sikue em funcionamento”, pontua.

Os programas fitossanitários da Aiba e Abapa, os resultados das ações do Centro Ambiental, o curso de classificação de grãos, as formações oferecidas pela Abapa e o balanço da Operação Safra foram apresentados aos agricultores.

A iniciativa foi elogiada pelos moradores do Novo Horizonte. “Eu sou associado da Aiba há mais de 20 anos e nunca participei de nenhuma reunião da entidade por conta da distância. Achei formidável essa ação de trazer essas discussões até a comunidade, porque assim tomamos conhecimento do que a associação tem feito pela gente e tudo que ela oferece. É, também, uma oportunidade de dizer a ela o que queremos. Sem falar que é um momento de encontrar pessoas que não vimos há muito tempo, por conta da correria diária”, comentou Euclecio Elger, da Fazenda São Jorge.

As reuniões itinerantes já passaram pelo Rosário, Coaceral, Vila Panambi e Placas. A próxima comunidade agrícola a receber a visita dos técnicos da Aiba e Abapa será Cascudeiro, no dia 29 de agosto. Quem encerra o ciclo de reuniões de 2018 é a localidade de Roda Velha, em 18 de setembro.


FONTES: Ascom Aiba / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo