Aiba e Abapa encerram ciclo de visitas às comunidades agrícolas do oeste da Bahia
Publicado em: 19/09/2018

Roda Velha, distrito de São Desidério, foi a última comunidade agrícola a sediar uma reunião da Aiba e Abapa, encerrando, nesta terça-feira (18), o ciclo visitas em 2018. Nos últimos três meses, as diretorias das duas entidades de classe percorreram todas as localidades agrícolas do oeste da Bahia, a fim de levar informação e conhecimento ao produtor associado, além de discutir assuntos de interesse da categoria, a exemplo de Energia, Estradas, Operação Safra, Funrural, Programa Soja Plus, dentre outros.

“É preciso que os associados fiquem inteirados e participem das ações desenvolvidas dentro das associações. Já cheguei a realizar reunião somente com um produtor, porque sei da importância desse momento, e não iremos parar. O que iremos fazer é descobrir uma maneira de usar a tecnologia a nosso favor para melhorar o nosso diálogo com os associados de cada comunidade”, disse o presidente da Aiba, Celestino Zanella.

O Programa Fitossanitário também entrou na pauta, já que o combate a pragas e doenças é um dos fatores que mais preocupa a comunidade. O produtor rural e presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho da Bahia (Aprosoja/BA), Alan Juliani, chamou atenção para o momento crítico, no qual os produtores devem ficar atentos. “Tivemos uma excelente safra, e para manter esse bom momento devemos nos precaver e cuidar das lavouras. Estamos no período do Vazio Sanitário e não podemos descuidar, temos que olhar atentamente nossa propriedade e também a do vizinho para evitarmos a proliferação de pragas nas próximas safras”, destacou.

O período do vazio sanitário da soja foi iniciado no dia 1 de julho e segue até o próximo dia 7 de outubro. Os representantes do Programa Fitossanitário do Algodão, mantido pela Abapa, alertaram que com a proximidade do fim da colheita inicia-se também o vazio sanitário do algodão, ou seja, de 20 de setembro a 20 de novembro.

A reunião, ainda, foi palco para apresentação dos projetos do Centro Ambiental. Quando o assunto foi responsabilidade social, o presidente da Aiba falou das ações do Instituto Aiba, ressaltando a importância de os agricultores aderirem ao Fundo para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável da Bahia (Fundesis), como mecanismo de promoção de transformação da região. Além de Roda Velha, as reuniões itinerantes passaram por outras seis comunidades agrícolas: Rosário, Coaceral, Vila Panambi, Placas, Estrada do Café e Cascudeiro.


FONTES: Ascom Aiba / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo