Agricultores baianos se preparam para o plantio da soja

Semeadura do grão será antecipada, conforme novo calendário estabelecido pela Adab


Publicado em: 09/09/2020

O atendimento ao pleito dos produtores de soja pela Adab (Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia) que determinou, através da Portaria 041, de 06/07/2020, a antecipação, em caráter excepcional, do plantio da soja para o dia 1 de outubro, provoca expectativa positiva em toda a cadeia produtiva no território baiano, sobretudo na região oeste do Estado, onde o grão é o carro-chefe da produção.

A menos de um mês do novo prazo, a autarquia vinculada à Seagri (Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura) já adota providências para que o controle efetivo das fiscalizações seja acionado já no primeiro dia do plantio do próximo ciclo. A alteração na janela do plantio, que tradicionalmente ocorria no dia 8 de outubro, com o fim do vazio sanitário, é embasada em projeções técnicas que apontam não haver riscos no aumento da ocorrência de pragas, a exemplo da ferrugem asiática, caso o plantio fosse antecipado em uma semana. A medida foi sugerida pelo Comitê Estadual da Soja, integrado por produtores, revendedores de sementes, institutos de pesquisa, Seagri, Aiba (Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia) e Adab.

“Os produtores investem agora na compra de sementes selecionadas e, em alguns casos, já asseguraram o aluguel do maquinário específico e contratação de trabalhadores para reforçar o plantio nas grandes áreas da região oeste”, explica o diretor-geral da Agência, Maurício Bacelar. “Nossa equipe também está orientada a realizar e fiscalizar o acompanhamento das ações de forma correta. O monitoramento será intensivo, e se ficar comprovado que houve aumento na incidência de pragas importantes durante esse período, na próxima safra já não faremos alterações no calendário. Esse é um experimento que está em estudo”, frisa Bacelar.

“A solicitação dos produtores, aprovada pelo Comitê Estadual da Soja, foi acatada pela agência fiscalizadora após apresentação de dados referentes às condições climáticas da região na safra colhida, e pela possibilidade de melhor aproveitamento no incremento da produção de soja para a próxima safra, aumentando a exploração agrícola destas áreas durante o período. Vale ressaltar que os produtores que optarem pela antecipação do plantio deverão assinar um Termo de Compromisso, junto à Adab e Aiba, garantindo a implantação das boas práticas agrícolas no cultivo da oleaginosa, além de redobrar a atenção no monitoramento fitossanitário da Ferrugem Asiática nestas áreas”, ressalta o diretor de Defesa Sanitária Vegetal, Celso Duarte Filho.

Os produtores se preparam para acionar os pivôs no dia 21 deste mês a fim de proporcionar a umidade necessária no solo para que ocorra a germinação do grão. “A nossa equipe não sofreu baixa, mesmo com a pandemia, e até reforçamos o número de trabalhadores nas áreas de sequeiro e irrigada e, nesse momento, já intensificamos a revisão das máquinas e dos pivôs”, diz o vice-presidente da Aiba, Odacil Ranzi.

A programação dos produtores segue firme para aproveitar integralmente o novo prazo. “A parceria com a Adab é fundamental para assegurar as condições necessárias ao desenvolvimento da cadeia produtiva da soja, e essa portaria vai dinamizar a economia da Bahia, uma vez que existe a expectativa de uma safra superior à anterior, sem falar que os preços estão atrativos no mercado interno e para exportação”, conclui Odacil.


FONTES: Ascom Adab / aiba.org.br



<< voltar


Ir para o topo